quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Halloween e o aliciamento das crianças




Durval Cardoso.





Nesses tempos de apostasia, onde o homem se volta contra Nosso Senhor, muitos católicos relativistas e “mente aberta”,  outros, covardes, que sentem vergonha de dizer não e, para não serem criticados como antiquados, radicais e demais palavras usadas para coação mental, entregam seus filhos de mãos beijadas para Satanás nessas festas de Halloween, que, logicamente, se apresentam como algo bem ingênuo.

 
Halloween vem do termo All Hallows' Eve (Véspera de Todos os Santos) era o dia em que os celtas celebravam a noite das bruxas. Cumprindo o mandamento de Nosso Senhor: “batizai todos os povos em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo”, A Santa Igreja, catequisou os celtas e estes, abandonaram a cultura pagã e seus cultos satânicos,  instituindo-se a festas de Todos os Santos no dia 01 de Novembro em lugar do antigo dia das bruxas.  As festas eram presididas pelos sacerdotes druidas, que atuavam como "médiuns" entre as pessoas e os seus antepassados. Dizia-se também que os espíritos dos mortos voltavam nessa data para visitar seus antigos lares e guiar os seus familiares rumo ao outro mundo.


Como a modernidade, na verdade, não passa de um retorno ao paganismo, a festa de Halloween volta a ser difundida como algo aceitável, e muitos pais entregam seus filhos a esses rituais aparentemente inofensivos promovidos até por muitas escolas. As autoridades eclesiásticas colaboram com a omissão de sempre. Agora, o Brasil passa também a importar essa “cultura” muito comum em países de língua inglesa.



Com esta anestesia nas consciências católicas, o demônio vai fisgando as crianças adentrando-a no mundo da magia e bruxaria, não raro, quando adolescentes, costumarão procurar literatura como Harry Porter e coisas parecidas. Há ainda os que teimam que é algo inocente mas, basta ver em sites que defendem o satanismo que eles próprios assumem o caráter macabro do Halloween:


Halloween


31 de outubro, na noite de Halloween temos o Festival do Fogo. Esta noite é aguardada pelos satanistas como um momento especialmente propício para se cobrar dividas e se vingar com rituais de destruição, maldições e vingança.



Aos pais católicos que aindem temem a Deus e pela  salvação não só das suas almas, como também a de seus filhos por Deus confiado, não permitam que suas crianças participem desse tipo de evento. Eduquem seus filhos na fé da Igreja de Cristo, nos mandamentos e sacramentos por Ele instituídos renunciando toda a obra das trevas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário