domingo, 27 de setembro de 2015

São Cosme e São Damião


27 de Setembro - São Cosme e São Damião (Santos Mártires)


Apresentamos aqui ao católico um pequeno resumo da vida de São Cosme e São Damião, exemplos de cristãos que deram suas vidas e derramaram sangue por amor a Nosso Senhor.

A abordagem aqui é católica sem o diabólico sincretismo que os diluíram no paganismo do candomblé na figura de duas crianças, desgraçadamente, muitos católicos por culpa ou desinformados pelo próprio clero, prestam oferendas idolátricas a entidades falsas.

Toda a Igreja do oriente começou a venerar São Cosme e São Damião por causa das inúmeras curas operadas sob seu túmulo, em Ciro, onde foram martirizados sob Diocleciano. Seriam eles médicos? É possível. Em todo o caso cedo foram SS. Cosme e Damião introduzidos no século VI. Na quinta-feira da 3ª semana da Quaresma, dia em que a estação se reune na sua Basílica do Fórum, a missa composta em sua honra está cheia de dupla ideia de cura e salvação; evoca bem dois mártires e dois médicos que curavam ao mesmo tempo corpos e almas. Os nomes dos dois Santos estão no cânon da missa, depois dos mártires romanos.


Cosme e Damião, que eram médicos eminentes no tempo dos imperadores Diocleciano e Maximiano, eram irmãos, e árabes por raça, mas nasceram na cidade de Aegae na Cilícia. Não mais por seu conhecimento da medicina do que pelo poder de Cristo eles curaram doenças que tinha sido impossível para os outros. Quando o prefeito Lísias soube da fé a que eles pertenciam e  ordenou que fossem levados perante ele, e eles foram questionado quanto ao seu modo de vida, e a confissão de sua religião; e então, em vista que  eles livremente possuíam a fé Cristã e a fé Cristã como necessária para a salvação, ele ordeneou a adorar os deuses, sob ameaças de tormentos cruéis e morte.

Ele amarrou suas mãos e pés, e colocou-os no ponto central da questão. Ele tinha que ser obedecido, mas, no entanto Cosme e Damião se firmaram ainda mais na sua convicção. Por isso eles foram lançados no fundo do mar amarrados como estavam, mas eles vieram voltaram novamente, perfeitos e não amarrados. O prefeito, portanto, jugou que aconteceu pela força da arte mágica e os lançaram na prisão. No dia seguinte ele pegou-os outra vez, e pediu para que os atirassem sobre uma grande fornalha, mas as chamas se afastaram deles.Ele não estava satisfeito, então, os lançaram em diversos e crueis tormentos e, por último, foram golpeados com o machado. Assim fizeram eles, deram testemunho por Cristo Jesus e levou seu testemunho à última consequência.

Queridos e amados irmãos, tão frequentemente como nós mantemos as Festas dos Santos Mártires, olhemos para obter do Senhor, com a sua intercessão, tais coisas boas nesta vida que assim, nós, seguindo o exemplo deles, possamos alcançar o melhor que está por vir. Para eles, só façamos verdadeiramente guarda dos Dias Santos nas Festas dos Mártires, quem segue o exemplo dos Mártires. Nestas Festas dos Mártires são as pregações dos Mártires que nos estimulam a imitar o que não somos contrários a honrar.” (Santo Agostinho)


Fontes:MISSAL ROMANO QUOTIDIANO – Dom Gaspar Lefebvre e os monges beneditinos de Santo André.

Traditional Catholic Priest -  Sts. Cosmas And Damian Martyrs September 27.


Nenhum comentário:

Postar um comentário