segunda-feira, 6 de março de 2017

A verdade sobre o Dia Internacional da Mulher

march8-poster.jpg

O que dizer quando a propaganda comunista soviético é consagrada no Ocidente?


Os Illuminati (maçônicos) banqueiros judeus que criaram o comunismo também subverteram o Ocidente. Ao controlar o crédito, eles controlam os negócios, o governo, a cultura e os meios de comunicação.

Esse culto satânico nos submete à mesma engenharia social que a URSS. Nós temos o comunismo de fato e nem o sabemos.

O Dia Internacional da Mulher (8 de março) é uma ferramenta de propaganda comunista de longa data. O que  dizer quando um feriado oficial soviético é consagrado em nossa cultura cotidiana? Claramente, o comunismo não está morto; Ele se transformou em outras formas como o feminismo.

Isso confirma a famosa afirmação de Norman Dodd de que o presidente da Fundação Ford, Rowan Gaither, lhe disse, em 1954, que a agenda era a “engenharia social” da vida dos EUA para que “pudesse ser confortavelmente fundida com a União Soviética” como parte do controle dos banqueiros sobre o governo mundial.

Todos os anos, os meios supostamente capitalistas, ecoam os antigos brometos soviéticos sobre a opressão das mulheres e a edição da violência doméstica.



CELEBRANDO A MULHER


hammer2.jpg

O “Dia da Mulher” finge celebrar as mulheres, mas alguns cartazes mostram uma mulher feia e mal-humorada, uma mejera brandindo um martelo. Ela parece possuída pelo demônio. Na legenda se lê, “se eu apenas tivesse um martelo ...”

Ela o quê? Golpearia a cabeça dos homens? Derrubaria a sociedade? Esmagaria mulheres que querem maridos e filhos?

Isso não é muito artificial. Sob o anúncio da dança, o cartaz diz realmente: "Come esmagar o patriarcado  na meia-noite!” Ela não parece ter muito medo de um homem.
As mulheres que participam da marcha são convidadas a trazer "seus capacetes, cintos de ferramentas, coletes de segurança e ideias para a mudança.” Normalmente os comunistas celebram as mulheres, redefinindo-as fora de sua natureza, como os homens, ou seja, carpinteiros.”

Através de suas substitutas feministas, os comunistas despojaram as mulheres de uma identidade social segura e honrada como esposas e mães, tornando-as trabalhadoras e mercadorias sexuais, reféns da economia e aos estragos da idade.
Obviamente este projeto não é o reconhecimento das mulheres pela sua graça, beleza, charme e inteligência. Trata-se de cultivar um falso senso de queixa e direito a fim de manipulá-las.

Eles usaram a mesma tática com judeus, negros e trabalhadores e aproveitaram esses grupos para sua agenda. O objetivo final é concentrar toda a riqueza e o poder no cartel de bancos centrais dos Illuminati (maçônicos) que está colonizando o mundo inteiro. O verdadeiro significado de “mudar o mundo” é o estabelecimento de uma Nova Ordem Mundial totalitária.


“IDIOTAS ÚTEIS”


O Dia Internacional da Mulher é o ódio contra as mulheres e a sociedade perpetrado pelo traidor establishment bancário colonial, que inclui a maioria dos políticos “feministas”, educadores e os meios de comunicação (emburrecedores)de massa. As mulheres que participam são enganadas e “idiotas úteis.”

  Trata-se de um vestígio de movimentos de “frente popular” comunistas organizados pela primeira vez na década de 1930 para atrair pessoas idealistas ingênuas usando termos como “igualdade”, “paz” e “direitos humanos”. Estes grupos não sabiam que os movimentos eram financiados e administrados por Moscou. O objetivo era alienar a intelligentsia de sua própria sociedade e torná-la acessível à agenda comunista, em última instância, “governo mundial”. Isso parece ter sido bem-sucedido.

O lema do comunismo é dividir e governar. O Dia Internacional da Mulher começou em Copenhague pela “ Internacional Socialista” (isto é, comunistas) para promover “os direitos das mulheres”. Como o cartaz à direita indica, foi celebrado na Rússia Soviética.
Aqui está um Manifesto para o Dia Internacional da Mulher publicado no alemão “Die Kommunistin” 2 de março de 1921:

“A todas as mulheres que trabalham! Vocês que fazem exigências e lutam contam-se em milhões ... Em todos os países onde os deserdados surgem sob o signo do comunismo contra o poder explorador e subjugador do capitalismo. No Dia Internacional da Mulher, mães cheias de dor, donas de casa atormentadas de preocupação, mulheres trabalhadoras exaustas, , professoras e pequenas proprietárias fluem juntas "(Wiemar Republic Sourcebook, 1995)


“Propagandas de agitação”


O Dia da Mulher foi projetado para fazer as mulheres se sentirem oprimidas. Por exemplo, um relato de fatos que diz que “as mulheres fazem 2/3 do trabalho do mundo, mas recebem apenas 10% da renda mundial”. Assim, as mulheres ocidentais, a geração mais favorecida na história, recebem um chip no seu ombro vicariamente.

As mulheres têm os cérebros lavados para pensar que seus interesses são separados de seus próprios pais, maridos, irmãos e filhos.


Conclusão


O fato da propaganda de inspiração comunista fazer parte da cultura de massa é um exemplo de como a sociedade foi subvertida. A maioria das pessoas não são socialista, muito menos comunista.

Enquanto uma camarilha secreta de Illuminati (comunistas, sionistas, maçons) for permitida controlar o crédito do governo, subverter as nações e traçar o governo mundial, a sociedade será cúmplice em sua própria destruição. Não teremos ninguém para culpar senão a nós mesmos.


Henry Makow - "Women's Day" Today is Old Soviet Propaganda Ploy

Nenhum comentário:

Postar um comentário