domingo, 22 de novembro de 2015

Festa de Santa Cecília, padroeira dos músicos



22 de Novembro

Santa Cecília, virgem e mártir, tem seu dia em 22 de novembro. Ela era uma mulher de família patrícia romana. Cristã piedosa, desde menina quis consagrar-se a Deus como virgem. Seu pai tinha outros planos e arranjou seu casamento com um jovem chamado Valeriano que não sabia da virtude de Cecília. No mesmo dia do casamento a esposa comunicou ao marido seu compromisso íntimo com Cristo e que ele não devia tocá-la como sua esposa. O marido incrédulo, a conselho de sua esposa, aceitou o convite para ser batizado e, então, viu um anjo ao lado de sua esposa como prova de que Deus queria a virgindade para ela. Ele fez isso depois de receber o sacramento e voltando para Cecília, teve uma visão de um anjo. Isto causou a conversão de seu irmão Tibúrcio. Depois os dois irmãos foram inteiramente dedicado à evangelização.

Pouco tempo depois eles foram convidados a adorar deuses pagãos e, por se recusarem, eles foram cruelmente açoitados por ordem da autoridade romana. E ainda mais: eles manifestaram a intenção de entregar os seus bens aos pobres, que o Estado Romano ficaria sem supervisioná-los. E isso  valeu a ambos a morte. Cecilia deu um enterro cristão a estes valentes mártires que aceitaram à fé por meio dela.

Já no centro das atenções dos perseguidores, Cecília foi levada a um tribunal onde três oficiais acusaram-lhe de ​​cristã. Cecília argumentou de tal modo que obteve a conversão dos três. Em seguida, ela foi levada a um prefeito que teve explosões de raiva no tribunal já que Cecília derrubava todos os seus argumentos e até riu  dele na frente da platéia, o que enfureceu o prefeito e ordenou que Cecília fosse queimada em um forno. O milagre ocorreu imediatamente já que Cecília nada sofreu em seu corpo dentro do forno, e, finalmente ordenou que fosse decapitada e, assim, morreu. Os dados históricos indicam que mais de 400 pessoas se converteram ao ouvir suas palavras.

Cecilia é padroeira dos músicos. Suas atas contam que no dia do casamento, enquanto músicos tocavam músicas nupciais, ela cantava a Deus em seu coração de virgem.

Seu corpo, descoberto em 822, foi transferido para a basílica titular de Santa Cecília no Transtevere. O seu martírio e os de seu marido e cunhado aconteceram durante o pontificado de Urbano I (222 - 230).

Santa Cecilia, com sua humildade chegaste ao topo: virgem e mártir, rogai por nós.


Fonte: Adelante la Fé - SANTA CECILIA: MÁRTIR, VIRGEN Y PATRONA DE LA MÚSICA


Em tempos em que ruídos infernais (rock, raegge, rap, hip hop, axé, samba, funk,forró, pagode etc.) são chamados de música, apresento ao leitor uma verdadeira música“A Missa de Santa Cecília” regida pelo Padre José Maurício Nunes Garcia.




Nenhum comentário:

Postar um comentário