sábado, 24 de dezembro de 2016

Um Santo e feliz natal !!!!

São Nicolau
O Natal é a festa cristã onde comemoramos o nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo, Verdadeiro Deus e Verdadeiro homem, é a chegada do Messias prometido  aos israelitas como penhor de nossas faltas, o redentor e libertador do gênero humano subjulgado pelo pecado. Essa é a importância do Natal é enxergar humildade de um Deus que se fez homem e habitou entre nós, veio ser a luz do mundo para que não andemos mais nas trevas.

São Francisco de Assis, inspirado na importância da data, monta o primeiro presépio que se tem notícias relembrando o cenário onde chegou ao mundo o Verbo encarnado. Ali pôde se prostar em adoração como fez os reis magos.

No mês de dezembro todos conhecem o costume de aparecer um velhinho de barba branca chamado Papai Noel. Mas, antes de falar desse impostor deve-se esclarecer que esse personagem tem origem na veneração a São Nicolau, um bispo da Turquia conhecido como bispo das crianças e dos necessitados.
Grandes foram os milagres de São Nicolau. São Boaventura conta que São Nicolau entrou numa estalagem onde dois rapazes havia sido assassinados. São Nicolau devolveu-lhes a vida e o assassino dos rapazes se converteu.
Também é conhecido como padroeiro dos marinheiros, porque, estando um navio em alto mar, seus tripulantes começaram a rezar: “Oh Deus, pela oração de nosso bispo Nicolau, salva-nos”. E imediatamente viram aparecer no barco São Nicolau. Ele abençoou o mar, veio a calmaria, e a seguir desapareceu.
O costume de se esperar algum presente de São Nicolau vem do modo como socorria os mais pobres. Saía a noite para ninguém saber quem os ajudava. Em muitos países da Europa e de outros continentes, devido ao gesto de se presentear quem necessitava, foi transformado em um dos símbolos da festa de Natal.
Essa tradição foi levada para os Estados Unidos por imigrantes holandeses no século XVI. Foi daí que começou a substituição de um santo legítimo por um ídolo. Lentamente a imagem de um homem cheio de amor a Deus se transformou no velhinho que ganhou o mundo a partir de uma campanha publicitária da Coca-cola em 1931, e tem tentado usurpar o lugar de Nosso Senhor em sua própria festa. Infelizmente essa troca já aconteceu para muitos inclusive entre os que se dizem católicos.
Que neste Natal imitemos a bondade de São Nicolau, que presenteava necessitados como um modo de agradecer a Deus pelo grande presente: Jesus Cristo. Imitemos também São Francisco de Assis colocando um presépio em nossas salas e, como ele, nos prostremos perante ao rei dos reis, lancemos longe todos os ídolos que nos são enviados pelos descendentes da serpente para substituir Nosso Senhor em suas festas e nas de seus santos.
Obs: As informações sobre São Nicolau foi extraída do livro "Católico pode ou não pode ? por quê?" - Pe Alberto Gambarini




Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir